quinta-feira, 14 de outubro de 2010




TENÓRIO (E TENORINHO)

Uma das duplas caipiras mais marcantes de Paraibuna se desfez na virada do século XXI. Foram um dos primeiros músicos de Paraibuna a gravarem um disco Compacto com músicas próprias, isso no início da década de 60. A dupla escreveu e musicou dezenas de letras e algumas marcaram época na cidade. Seu marco de sucesso musical foi a apresentação no programa “Viola, Minha Viola”, de Inezita Barroso, na TV Cultura, em 1988, gravado na Praça da Matriz, em Paraibuna. Foram, também, promotores e cantores de grandes eventos em homenagem São Gonçalo.
Joaquim de Oliveira(72), sempre reconhecido como TENÓRIO, formou com seu irmão Tenorinho, desde criança, essa dupla tradicional presente em todas as festas da cidade e de muitos Bairros no final do século XX. Fizeram ainda muitas apresentaçãos nas cidades da região.

Em virtude de um AVC, Tenório teve que abandonar a carreira mas, até hoje, mantem o amor à viola e continua arranhando as cordas em família ou para os amigos que o visitam lá no Bairro São Guido. A sequela na voz o impede de cantar e dificulta sua fala.Tenorinho, que continuou carreira solo, ainda fez muito sucesso até 2010, quando veio a falecer, com 60 anos, deixando entristecida a comunidade artística paraibunense.

A música da dupla “Homenagem a Paraibuna” é uma das mais antigas e um dos últimos sucesso é “O Efeito Amendoim” que tinha que ser cantada em qualquer apresentação.















São personagens da nossa cultura que tem que ficar registrado para a posteridade.


Jotavê.
















Nenhum comentário:

Postar um comentário